Soldados norte-americanos posam com bandeira nazista

Posted on 10/02/2012

0


soldados nazistas

A foto tirada em 2010, no Afeganistão, revoltou internautas do mundo inteiro

Após intensos protestos dos ex-combatentes da II Guerra Mundial, o comando do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA (USMC, na sigla em inglês) divulgou comunicado ontem (9) confirmando que uma equipe de franco-atiradores da Marinha posou para fotos diante de uma bandeira da SS – a sangrenta organização paramilitar ligada ao partido nazista da Alemanha no período de Adolf Hitler.
Por Altamiro Borges

A foto, tirada em setembro passado no Afeganistão, vazou pela internet e gerou constrangimentos para o governo Barack Obama. No comunicado, o USMC informa que o uso do símbolo nazista é inaceitável, mas que os soldados não serão punidos. As “investigações internas” teriam concluído “que o incidente não esteve motivado por racismo”.
“Marines ingênuos” não serão punidos
Para o comando do Corpo de Fuzileiros dos EUA, conhecido por seus atos criminosos e terroristas em várias partes do mundo, “o símbolo nazista pode ter sido mal interpretado e não está em consonância com a nossa filosofia". Segundo a comandante Gabrielle Chapin, os “marines” não tiveram a intenção de fazer referência a uma organização racista para aterrorizar o povo afegão.
A rede de televisão Fox, do mafioso Rupert Murdoch, que sempre apoiou as guerras expansionistas dos EUA, também vendeu esta versão hipócrita. Segundo suas reportagens, os dez soldados que aparecem na foto teriam sido “ingênuos” ao posar diante da bandeira da SS, confundindo com a sigla “sniper scouts” (cultuada pelos franco-atiradores).
Urinando em cadáveres afegãos
A versão do USMC e da mídia imperial só engana os ingênuos desta “nação de idiotas”, como ironizou o cineasta Michael Moore no título de um de seus livros. No mês passado, uma unidade de fuzileiros de Camp Lejeune, na Carolina do Norte (EUA), se envolveu em outro escândalo depois da divulgação de um polêmico vídeo no qual vários deles urinam sobre os cadáveres de guerrilheiros afegãos.
Estes episódios lamentáveis são bastante ilustrativos da ação imperialista e genocida dos EUA pelo mundo. Evidencia que as forças armadas ianques não se diferem da horda nazista que espalhou terror nos anos 1930 e 1940. O "republicano" George W. Bush ou o "democrata" Barach Obama parecem seguir os passos de Adolf Hitler

Extraído do portal Vermelho – ultima atualização em 10/02/2012

Anúncios