Fox Business acusa Muppets de “lavagem cerebral” anticapitalista nas crianças

Posted on 10/12/2011

0


Para canal, Hollywood tem uma agenda liberal tentando difamar a indústria do petróleo e os ricos

Não bastou aos Muppets terem enfrentado um megaempresário inescrupuloso no último filme da franquia, lançado em 2011 pela Disney. Agora eles têm pela frente a fúria do império do magnata Rupert Murdoch, dono da gigante de mídia News Corporation.
Na última semana, o programa “Follow the Money” (ou “Siga o Dinheiro”, em português), afirmou que o filme faria parte de uma conspiração “liberal” para persuadir as crianças a rejeitarem o capitalismo. O programa, apresentado por Eric Bolling, passa no canal Fox Entertainment, pertencente ao grupo Fox, um dos braços da News Corporation.
Divulgação

Tex Richman, o vilão inescrupuloso do filme, é interpretado pelo ator Chris Cooper
O centro da polêmica gira em torno do personagem Tex Richman, o vilão do filme. A Fox, principal expoente da mídia conservadora norte-americana, e seus apresentadores, não entenderam porque o vilão deve ser um magnata do ramo do petróleo. No filme, Richman quer tomar o cinema dos Muppets, sem indenização, porque no terreno está localizado um poço de petróleo.
A íntegra da entrevista pode ser encontrada neste link, com o título: “Follow The Money, da Fox Business, desmascara a agenda liberal dos Muppets: Lavagem Cerebral em nossas crianças!”.
Wikimedia Commons

Estaria um filme da Disney tentando passar uma mensagem subliminar anticapitalista?

“Liberais tentando fazer homens de negócio bem-sucedidos parecerem maus… isso não é novidade”, começa Bolling. Na matéria, Bolling entrevistou o também jornalista Dan Gainor, membro do instituto Media Research Center. ”É incrível ver até onde vai a “esquerda” apenas para manipular nossas crianças, tentando os persuadir e dar uma mensagem anti-corporativa”, protestou Gainor.
O Media Research Center foi um grupo criado nos anos 1980 com a missão de “denunciar e combater a “agenda liberal” na mídia norte-americana”.

Wikimedia Commons

Caco, o Sapo, personagem principal do filme
Bolling fazia perguntas da natureza: ”Estariam os liberais tentando fazer lavagem cerebral em nossas crianças contra o capitalismo?”. A idéia foi compartilhada pelo entrevistado, que afirma que Hollywood faz isso “há décadas”. “Eles odeiam a indústria petrolífera, assim como a “América” corporativa”, disse.

Gainor citou outros filmes em que acredita ter ocorrido um ataque à indústria petrolífera: “Carros 2”, “Syriana”, “Sangue Negro”. Fazem esquecer o que o petróleo significa para as pessoas: abastece hospitais, ambulâncias, aquece suas casas. Eles não contam essas histórias”, protestou.

Wikimedia Commons

O Capitão Planeta e seus guardiões também foram acusados de "envolvimento na trama"
Bolling em seguida, perguntou se os Muppets não faziam apologia ao movimento “Occupy Wall Street”. “Deve haver, é isso que estão ensinando às nossas crianças. Você vê agora a razão de termos um bando de gente nesse movimento por todo o país? Eles estão sendo doutrinados literalmente por anos por esse tipo de coisa”.

Gainor volta a fazer uma lista de uma série de programas com fundo ambientalista em sua lista de lavagem: Capitão Planeta (super-herói que lutava pelo meio ambiente), o Big Green Help, do canal Nickelodeon (que ensina as crianças os benefícios de diversos princípios ambientais, como reciclagem), o filme “O Dia Depois de Amanhã” (que mostra um futuro apocalíptico da Terra após um desastre ambiental). “É isso que eles estão ensinando, que as empresas são ruins, que o petróleo é mau. E agora estão dizendo às crianças também o que disseram no filme Matrix: que a humanidade é um vírus na pobre mãe Terra”, completou.

Por sua vez, Bolling afirmou que, quando era criança e via alguém rico em um carro, seu pai costumava dizer a ele: “Está vendo aquele cara? Ele trabalhou duro para isso e você pode ficar assim um dia. E não ver o Tex Richman e dizer que ele é mau”.

Extraído do sítio Opera Mundi – ultima atualização em 10/12/2011

Anúncios