Irã exige que ONU condene os EUA por violação do espaço aéreo

Posted on 09/12/2011

0


Nesta sexta-feira (09/12) o Irã solicitou que a ONU (Organização das Nações Unidas) condene a violação de seu espaço aéreo por um avião não-tripulado dos Estados Unidos.

O governo iraniano enviou uma carta para o secretário-geral nas Nações Unidas, Ban Ki-moon, onde afirma que a ação norte-americana foi "descarada, provocativa e hostil".

Mohamad Khazai, representante do país na ONU, afirmou que o avião é um modelo RQ-170 Sentinel que ultrapassou 250 quilômetros do território do país no último dia 4. Posteriormente, a aeronave não-tripulada foi abatida pelas Forças Armadas iranianas e a TV oficial do país mostrou as imagens na última quinta-feira (08).

"A República Islâmica do Irã tem o direito legítimo de tomar as medidas necessárias para proteger sua soberania", afirmou Khazai na carta. O dirigente pediu exigiu ainda a "condenação desta agressão e a aplicação de medidas efetivas e claras para pôr fim a estas ações perigosas e ilegais, e para manter a paz na região e a segurança internacional, de acordo com a Carta das Nações Unidas".

A carta foi entregue à responsável por negócios da Suíça em Teerã, Livia Leu Agosti, já que o Escritório de Interesses dos EUA no Irã fica localizada na Embaixada suíça.

Segundo o documento, a violação do espaço aéreo "vai contra todas as normas e regulações reconhecidas pela lei internacional e representa um ameaça à paz e à segurança regional e interna (do Irã)".

Na última quarta-feira (07), fontes dos Estados Unidos admitiram que perderam um avião de reconhecimento no oeste do Afeganistão. Já a imprensa norte-americana confirmou que o modelo mostrado pela televisão iraniana, corresponde de fato ao usado pelos EUA na região.

Extraído do sítio Opera Mundi – ultima atulização em 09/12/2011

Anúncios