Ministério Público investiga relação entre Cabral e empreiteiras

Posted on 29/06/2011

0


O procurador-geral de Justiça do Estado Claudio Lopes instaurou o procedimento para investigar a relação do governo Sergio Cabral com as empreiteiras. O ofício, que já foi enviado ao governador, não especifica quais as empreiteiras serão investigadas. O caso veio à tona após o acidente ocorrido com um helicóptero em Trancoso, na Bahia, que culminou na morte de sete pessoas, entre elas a namorada do filho de Sérgio Cabral, Mariana Noleto.
Na ocasião, Cabral e a família viajaram do Rio a Porto Seguro em um jatinho cedido pelo empresário Eike Batista. O motivo da viagem era o aniversário de Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, que tem contratos com o governo do Estado. De Porto Seguro a família do governador seguiria para Trancoso de helicóptero. Logo na primeira viagem, a aeronave que transportava sete pessoas, incluindo o piloto e empresário Marcelo Mattoso, caiu no mar.
Além de Mariana Noleto, o acidente causou a morte de Fernanda Kfouri, de 35 anos, seu filho Gabriel Kfouri (2 anos), o sobrinho dela Lucas Kfouri de Magalhães, a irmã Jordana Kfouri (mãe de Lucas), a babá Norma Batista de Assunção e o empresário Marcelo Mattoso de Almeida, que pilotava a aeronave.

Extraído do sítio O Dia on-line – última atualização em 29/06/2011

Anúncios