Lula ganha prêmio por combate à pobreza

Posted on 21/06/2011

0


Por: Helena Sthephanowitz, especial para a Rede Brasil Atual

Um dos ganhadores do World Food Prize de 2011 é o ex-presidente brasilerio Luiz Inácio Lula da Silva. Seu nome foi anunciado nesta terça-feira (21), em Washington, capital dos Estados Unidos. John Agyekum Kufuor, ex-presidente do Gana, é outro nome agraciado.

Lula ganha prêmio por combate à pobreza

O reconhecimento aos mandatários decorre do fato de que ambas as nações devem atender a meta de reduzir a pobreza pela metade até 2015. O feito é parte dos Objetivos do Milênio da Organização das Nações Unidas (ONU).

O ex-presidente Lula está, desde segunda-feira (20), no México, onde fará duas palestras remuneradas para entidades do sistema financeiro. A primeira, nesta terça (21), será para funcionários e convidados do BBVA Bancomer, o maior banco privado daquele país.

"Eu estou convencido  de que o que foi importante durante minha administração é resultado da parceria com a população brasileira”, disse o ex-presidente Lula, segundo nota do Instituto de Cidadania. Dizendo-se "emocionado", ele exaltou as "boas políticas" agrícolas e de combate à fome. "O Brasil tem muito a mostrar na àrea de segurança alimentar. E nós queremos compartilhar nossa experiência com outros países, especialmente da África e os países mais pobres da América Latina – tanto nosso conhecimento técnico, quanto do ponto de vista da produtividade e distribuição de alimentos."

O prêmio é anunciado na semana em que o Brasil tenta garantir a eleição de José Graziano para a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). O processo de votação ocorre em Roma, na Itália. Graziano foi ministro extraordinário de Combate à Fome e à Miséria, pasta criada em 2003, primeiro ano da gestão de Lula. O Fome Zero e a estruturação do Bolsa Família são os principais expoentes da gestão do brasileiro.

O World Food Prize foi criado em 1986. Anualmente são premiadas contribuições para o fim da fome no mundo. O cientista norte-americano Norman E. Bourlag, vencedor do Prêmio Nobel da Paz em 1970, foi o criador da ideia.

México

Segundo a assessoria de imprensa de Lula, o convite para a palestra no México foi feito depois que executivos do banco participaram do encontro da Asociación de Bancos de México (ABM), em Acapulco, em 8 de abril, em que Lula falou sobre como o Brasil enfrentou a crise financeira global.

Lula fará uma segunda palestra no México, a convite do fundo de investimentos Advent International, que tem aplicados cerca de 1,6 bilhão de dólares na América Latina, em 40 empresas diferentes.

Para um público formado por representantes dos entidades que têm recursos no fundo, o ex-presidente falará sobre as perspectivas econômicas da América do Sul.

* Helena Sthephanowitz™ é jornalista e autora do blog Os Amigos do Presidente Lula e do Os Amigos do Brasil. Ela escreve no Na Rede, da Rede Brasil Atual.

Anúncios