Escola do Cachambi é considerada a melhor do município do Rio

Posted on 17/09/2009

0


A Escola Municipal Jean Mermoz, localizada no bairro do Cachambi na cidade do Rio de Janeiro, obteve excelente resultado no simulado para a Prova Brasil, realizado pela Secretaria Municipal de Educação. Segundo a notícia publicada no jornal O Dia (versão on-line), o amor pelo trabalho e projetos educacionais inovadores, divididos entre 384 estudantes e 16 professores, foram os principais responsáveis pelo resultado.

Segundo a diretora da escola, Sílvia Pereira, o estímulo à competição saudável é um dos motivadores dos alunos. Abaixo alguns do projetos praticados na escola escola:

MURAL DO ORGULHO
Quem tira as melhores notas tem o nome exibido no Mural dos Alunos Brilhantes e ganha prêmios, como kits de material escolar.
INTERPRETAÇÃO
Na Sala do Conto, os alunos dramatizam situações extraídas dos livros, assistem a peças teatrais e palestras com autores literários, produzindo ao final um texto sobre o que aprenderam.
GIBIS E LEITURA
A Biblioteca Itinerante reúne atividades, como empréstimo de livros e a Gibiteca, que ajuda a minimizar a bagunça com a leitura de gibis na hora do recreio.

HORTA COMUNITÁRIA
Cultivando horta na aula de Ciências, os alunos aprendem cuidados com o meio ambiente e alimentação.

Mas vamos analisar a coisa com mais cuidado. Nem sempre o bicho é realmente bonito como nos parece. A primeira coisa que me chamou a atenção foi o número de alunos por professor. Se não esqueci da matemática básica, 324 divido por 16 dá 24 alunos por professor! Bem abaixo da média nas escolas municipais que chega a 40 alunos por professor e próxima do recomendado pela UNESCO – 18 alunos por professor. Esse dado nos permite inferir que a dramatização da leitura, biblioteca itinerante e horta comunitária só foram possíveis devido a essa distribuição de alunos. Vai tentar fazer isso em uma escola com mil e tantos alunos e uns poucos professores!

Por outro lado, o resultado da escola deve ser atribuído também ao estímulo à competição. Este é um ponto que debato a muito tempo: a escola deve ser competitiva porque o mundo é competitivo. Quando alunos disputam entre si por medalhas, murais do orgulho, eles passam a ter motivos para melhorar. E é assim na vida adulta, no trabalho e até nos relacionamentos.

Meus parabéns aos professores e alunos da Escola Jean Mermoz.

Anúncios
Posted in: Educação